Facebook compra startup para controlar PC com a mente

Facebook compra startup para controlar computadores com a mente

O Facebook afirma que o objetivo é usar a tecnologia no desenvolvimento de uma pulseira que se conecta a outros dispositivos de forma intuitiva.

Durante décadas, um dos objetivos mais ambiciosos da comunidade científica e tecnológica foi criar interfaces que permitam a interação entre computadores e a mente. No mais puro estilo telepático do Professor X dos X-Men. Obviamente, o Facebook não estaria isento desses desejos.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Portanto, não deveria nos surpreender o anúncio da aquisição dos laboratórios CTRL. Uma empresa de Nova York especializada no desenvolvimento de interfaces que permitem que computadores controlem computadores com pensamentos.

Facebook e as cifras do negócio

Segundo a CNBC News , não há um valor oficial para a transação. Mas, estima-se que teria sido em torno de US$ 1 bilhão.

Thomas Reardonm, CEO e fundador dos laboratórios CTRL fará o mesmo caminho que os criadores do Instagram. Tornando-se parte da equipe do Facebook.

Sabemos que existem maneiras mais naturais e intuitivas de interagir com dispositivos e tecnologia. E nós queremos construí-los. Por isso, concordamos em adquirir os laboratórios CTRL. Eles se juntarão à nossa equipe do Facebook Reality Labs, onde esperamos construir esse tipo de tecnologia, escalá-lo e levá-lo com mais rapidez aos produtos de consumo.

Uma tecnologia como essa tem o potencial de abrir novas possibilidades criativas e reimaginar as invenções do século XIX em um mundo do século XXI. É assim que nossas interações na realidade virtual e na realidade aumentada podem ser vistas um dia. Você pode mudar a maneira como nos conectamos.

São as palavras de Andrew Bosworth, vice-presidente de experiências de realidade virtual e realidade aumentada (AR/VR) do Facebook. Ele foi responsável por dar a primeira declaração oficial no Facebook, logo após o anúncio do processo de compra.

Facebook compra startup para controlar computadores com a mente
CEO e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg. (Photo by Artur Widak/NurPhoto via Getty Images)

Decerto, é de conhecimento geral que o pessoal de Mark Zuckerberg trabalhava no desenvolvimento de uma interface cérebro-computador. Portanto, essa compra confirma que eles mantêm planos de crescer nessa área. Outrossim, a mídia tem informado que os laboratórios da CTRL vem trabalhando com ciência do cérebro e machine learning. A propósito, para criar interfaces para as pessoas controlarem e manipularem computadores pensando. Assim, seu dispositivo de pulso em estágio de desenvolvimento, que usa sensores para rastrear gestos, atuaria como um dispositivo de entrada.

No entanto. o Facebook ainda não se manifestou sobre os detalhes e valores da transação!

Curtiu? Compartilhe com seus amigos! ✌🏻😉

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on stumbleupon

Deixe um comentário